MacOS Catalina: Configurando um novo ambiente de desenvolvimento

React

Não é comum reinstalar o MacOS e reconfigurar todo o ambiente de desenvolvimento, porém recentemente decidi fazer isso apenas para utilizar a nova versão do MacOs (Catalina) com uma nova instalação, então deixo aqui o que foi instalado e configurado na minha máquina.

Homebrew

Definitivamente um dos primeiros ou o primeiro passo é instalar o Homebrew, um gerenciador de pacotes para o MacOS que facilita demais a vida de quem precisa instalar e gerenciar vários apps, principalmente se tratando de ambiente de desenvolvimento. Para instalar o Homebrew, execute esse comando no terminal.

/usr/bin/ruby -e "$(curl -fsSL https://raw.githubusercontent.com/Homebrew/install/master/install)"

E depois dá uma conferida pra ver se tudo está ok.

brew update

Xcode

Provavelmente será necessária em algum momento a instalação do Xcode, então, caso precise esse é o comando a ser executado no terminal:

xcode-select --install

Git

Iniciando a jornada das instalações, penso que o Git é uma das primeiras coisas a serem instaladas, já que muitas outras serão baixadas do Github.

brew install git

Agora configurando algumas informações e adicionando a nova chave SSH que provavelmente será necessária já que estamos falando de uma nova instalação do MacOS.

git config --global color.ui true
git config --global user.name "YOUR NAME"
git config --global user.email "YOUR@EMAIL.com"
ssh-keygen -t rsa -C "YOUR@EMAIL.com"

Agora copia a nova chave SSH gerada e manda lá pro Github.

Dá uma conferida também pra ver se tudo foi configurado corretamente:

ssh -T git@github.com
Hi anchietajunior! You've successfully authenticated, but GitHub does not provide shell access.

Iterm2 & Oh My Zsh

Agora que o Catalina já vem com o zsh por padrão, ainda gosto muito do Oh my Zsh pra deixar o meu terminal bem mais customizado, porém antes vamos instalar o iTerm2 que ainda é meu favorito quando se trata de terminal.

brew cask install iterm2
sh -c "$(curl -fsSL https://raw.github.com/ohmyzsh/ohmyzsh/master/tools/install.sh)"

Google Chrome

Sim, vamos instalar o Chrome via terminal:

brew cask install google-chrome

Caso você utilize algum outro navegador, pode instalar via brew também.

brew cask install firefox
brew cask install opera

Visual Studio Code e Macvim

Atualmente utilizo o VSCode e o Macvim no meu ambiente de desenvolvimento, além da fonte FiraCode, então, lá vai:

Instalando a fonte Firacode:

brew tap homebrew/cask-fonts
brew cask install font-fira-code

Instalando os VScode e Macvim

brew cask install visual-studio-code \
macvim

Para o Macvim, gosto muito do Janus, um pack de plugins voltado para o Macvim.

curl -L https://bit.ly/janus-bootstrap | bash

Essa é uma configuração mínima para o Macvim.

let NERDTreeShowHidden=1
set macligatures
set guifont=Fira\ Code:h18
color YOUR_THEME
let mapleader=","
nmap <leader>/ :NERDTreeToggle<CR>
nmap <leader>t :tabnew<CR>
nmap <leader>c :ClearCtrlPCache<CR>
nmap <leader>n :nohlsearch<CR>
nmap <Leader>v :vsplit<cr>
nmap <Leader>s :split<cr>

A partir daqui você já pode abrir o Macvim no seu terminal através do comando mvim nas pastas dos seus projetos.

Para o VSCode, alguns plugins são não só bons mas até necessários, aqui são alguns dos que eu uso:

  • Tema Popping and Locking
  • HTML Snippets
  • Material Icon Theme
  • Prettier
  • Slim
  • Auto Close Tag
  • Git Pull Requests

E essa para o VSCode

{
    "workbench.startupEditor": "newUntitledFile",
    "editor.fontFamily": "Fira Code",
    "editor.fontLigatures": true,
    "editor.fontSize": 14,
    "editor.tabSize": 2,
    "window.zoomLevel": 2,
    "editor.rulers": [80, 120],
    "editor.renderLineHighlight": "gutter",
    "terminal.integrated.fontSize": 14,
    "javascript.updateImportsOnFileMove.enabled": "never",
    "editor.parameterHints.enabled": false,
    "breadcrumbs.enabled": true,
    "javascript.suggest.autoImports": false,
    "explorer.autoReveal": false,
    "editor.minimap.enabled": false,
    "workbench.colorTheme": "Popping and Locking",
    "workbench.iconTheme": "material-icon-theme",
    "explorer.openEditors.visible": 0,
    "explorer.compactFolders": false
}

Uma última coisa é instalar o VSCode no Path do MacOS e permitir que ele seja aberto pelo terminal também, executando o comando Command + Shift + P, digite shell, selecione a opção Install 'code' command PATH, a partir daqui já podemos abrir o VSCode com o comando code no terminal.

Node e Yarn

Esses são dois caras mais presentes a cada dia na vida dos programadores e existem várias formas de instalar o Node, porém eu ainda uso o Brew.

brew install node yarn

RVM, Ruby, Bundler e Rails

Sem muito segredo para instalar o RVM (Ruby Version Manager) e a linguagem Ruby que geralmente já vem instalada no MacOS, porém sem controle nenhum das versões.

Instalando o RVM:

\curl -sSL https://get.rvm.io | bash
rvm list

Instalando a versão desejada do Ruby, veficando se a versão de fato foi instalada, instalando o bundler e o Rails:

rvm install 2.6.3
ruby -v
gem install bundler
gem install rails -v 6.0.2.1

PostgreSQL

Para instalar o Postgresql via brew basta executar:

brew install postgresql

Caso precise de um gerenciador gráfico, veja o PostBird.

Docker

Vamos instalar o Docker:

brew cask install docker

Pra quem ainda usa o Kitematic igual a mim, lá vai mais um comando:

brew cask install kitematic

Apps e configurações de sistema

Aqui vou listar algumas ferramentas e configurações interessantes que uso no meu MacOs.

  • Rectangule ou Divvy - Gerenciamento de janelas
  • Slack - Comunicação
  • Spotify - Música
  • VLC - Vídeo player

Então, segue um comando pra instalar todo mundo de uma vez:

brew cask install \
  rectangule \
  slack \
  spotify \
  vlc

É isso!